Iraniano tem o ingresso em Universidade Japonesa recusado porque… é iraniano.

Vi uma notícia que precisa ser compartilhada. Aparentemente uma Universidade de Engenharia de Tokyo recusou o ingresso de um estudante no curso de engeharia de reatores nucleares por um motivo absurdo: a nacionalidade iraniana do sujeito.

Lembro que no Japão vi restrições à outros países na hora de fazer uma remessa de dinheiro. Constava nas regras do banco a proibição de fazer envios à Coréia do Norte e Iran, o que tem suas justificativas políticas, agora, discriminar um iraniano, refugiado diga-se de passagem, a ponto de não permitir que ingresse em determinado curso, tendo a cara de pau de justificar a recusa explicitamente por causa da nacionalidade é de se envergonhar.

Felizmente a Corte Distrital de Tokyo invalidou a decisão da Universidade, por evidente violação do art. 14 da Constituição do Japão, que prega que todas as pessoas são iguais perante a lei, proibindo a discriminação com base em credo, cor, raça etc etc etc. A Universidade se defendeu dizendo que a decisão foi tomada com base na preocupação com a manutenção da segurança (pública?). Procurando a tal decisão dei de cara com muitos foruns em que os japoneses consideravam aceitável a idéia da Universidade, pois o sujeito poderia ser um falso refugiado querendo roubar conhecimento nuclear. Apesar de absurdo, acho que dá uma boa discussão, especialmente no sentido de identificar as consequências da postura ideológica de um governo sobre seus cidadãos, da mesma forma como o efeito das posturas e preconceitos ideológicos sobre os estrangeiros em determinados países.

Enfim, falando em Constituição, apresentei minha Monografia, intitulada CONSTITUIÇÃO E CONSTITUCIONALISMO NO JAPÃO: REFLEXÕES EM TORNO DO ART. 9º, RENÚNCIA À GUERRA E AUTODEFESA, no começo do mês. Acredito que o resultado final ficou bem aceitável (acho que o 10 foi mais pela qualidade da pesquisa do que pelo trabalho). Em breve ela estará disponível na biblioteca de jurídicas da UFPR e na internet. É um assunto inédito no Brasil, então devo falar um pouco dela em próximos posts.

http://www.asahi.com/national/update/1219/TKY201112190642.html

Anúncios

2 Respostas para “Iraniano tem o ingresso em Universidade Japonesa recusado porque… é iraniano.

  1. Olá Eduardo, adoro ler o material sobre o Japão, seria possível vc colocar o link da fonte da notícia em japonês? Um abraço.

    Haaa sobre ser longo os post, eu penso que qd interessa todos nós lemos …só não leio qd o título já não me atrai rs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s