The Lockup, Soka Chuugakkou, Hakone…

A ultima semana foi marcada por alguns eventos interessantes que tem preferência sobre a explicação das minhas aulas no segundo semestre.

Sexta-Feira fui novamente para Shibuya (virou quase um hábito semanal), dessa vez para frequentar um famoso e bizarro restaurante de Tokyo, o The Lockup, cuja temática é uma prisão mal assombrada. É necessário fazer uma reserva com antecedencia pois a quantidade de comida preparada é proporcional ao número de clientes no dia. O local fica no subsolo de um prédio na movimentada região do Center Gai. Logo na entrada é tudo escuro e com uma música assustadora, as paredes simulam pedra e são cheias de simbolos, após os primeiros passos algumas luzes piscam e todo mundo acaba levando um susto porque numa parede bem próxima existe uma cela, dentro dessa cela uma “pessoa” (na verdade um boneco muito bem feito hehe) está sentada numa cadeira elétrica e passa a balançar e ser eletrocutada  , mais a frente algumas tem armadilhas no chão que fazem o seu pé afundar enquanto outras coisas surgem do escuro geralmente com algum estampido para dar mais sustos. Na recepção os clientes são algemados às garçonetes e conduzidos por alguns corredores até o restaurante em si, que na verdade é composto de corredores com diversas celas, tudo escuro ou com luzes vermelhas e azuis, criando um ambiente meio mórbido. As mesas ficam nas celas, algumas com cadeiras,  outras em que se senta no chão. As bebidas são muito criativas, todas com nomes bizarros como Experimento Humano (人体実験), Frankenstein, veneno não sei o que, existem também algumas capsulas com 90% de alcool, coisas de alquimia em que voce mistura o seu próprio drink, outro que voce tem que amassar oreo (uma bolacha tipo negresco) para misturar na bebida, bebidas em seringa…As comidas não tem uma temática nojenta, imagino que para não tirar o apetite das pessoas, mas são bem boas. O preço é bem razoável se considerar a fama do restaurante, a qualidade e a experiencia. As bebidas especiais ficam em torno do equivalente a 10 a 12 reais cada, os pratos são entre 16 a 24 reais. O mais interessante é que no meio da refeição tem há um barulho enorme de explosão, tudo fica escuro, uma voz dá um alerta de que algo invadiu o local então pessoas vestindo roupas assustadoras e coisa do genero atacam as celas, dá pra ouvir todo mundo gritando e voce nunca sabe quando alguem vai invadir a sua…. Enfim, é uma experiencia muito diferente, comida boa, bebidas interessantes e não é especialmente caro, comi 4 tipos diferentes de pretos, bebi 3 tipos de drinks  e não gastei nem 50 reais (isso incluindo o valor que se paga pela reserva, taxa de serviço e tudo).

No dia seguinte tivemos a visita a Soka Chuugakkou, que é a escola da Soka para o que seria algo como de 5 a 8 série no Brasil. Era um sábado e um Taifuu 台風 (mais especificamente um ciclone tropical) estava para chegar, mesmo assim a visita não foi cancelada já que ocorreria pela manhã e a chegada do Taifuu seria a tarde. Os intercambistas se encontraram na estação de Hachioji com os professores. A universidade pagou nossas passagens até a escola. Estava chovendo bastante e mesmo com guarda chuva a caminhada para a escola já deixou todos encharcados. Chegando lá recebos toalhas e água e fomos divididos em grupos de crianças de 12 a 14 anos, onde respondemos as perguntas delas, conversamos e etc. Como as crianças só falam japones os intercambistas foram divididos em duplas em que um fosse de nível avançado para traduzir o que o outro dizia. Tive a “sorte” de ter como par uma americana insuportável (que por sinal tinha ido também no Lockup no dia anterior e se perdeu na estação e pegou um trem errado). Depois fomos ao ginásio onde conversamos mais e tiramos fotos e por fim ao refeitório da escola onde comemos junto com os estudantes. A experiência foi muito boa, a impressão que muita gente ficou é que aquelas crianças são mais maduras que boa parte dos estudantes da universidade haha. Conversei com mais facilidade com a minha “responsável” que tinha 13 anos do que com muita gente de 18, 19 que mora no alojamento .

Durante a semana tivemos um feriado no qual fiz um tour culinário em Shibuya, na quinta feira fiz minha primeira prova em matérias regulares da Universidade. O grande problema não era o conteúdo mas sim escrever bastante em 1h. Enquanto a maioria dos japoneses escreveu de 2 a 4 páginas e só consegui completar uma, ainda assim, na minha condição de estrangeiro acho que me saí bem, me esforcei e consegui responder em japones as diferenças entre politica interna e externa e as características dos estados ocidentais entre 1648 e 1914.

Por fim, ontem, sexta feira a universidade nos levou em mais uma viagem, dessa vez a Hakone. O tempo estava muito bom, bastante limpo então conseguimos observar o Monte Fuji, por exemplo. Visitamos dois museus, o Narukawa e o Hakone Open Air Museum. O primeiro tinha muitas pinturas do monte fuji, um museu de caleidoscópios, algumas esculturas chinesas e uma vista muito bonita para montanhas, um lago e o monte Fuji ao fundo. O outro era enorme, e como o nome diz, ao ar livre, com diversas esculturas, obras bizarras e um pavilhão com um acervo bem grande de Picasso. Após isso fomos a um buffet dentro do restaurante onde comemos por 2 horas a vontade, seguimos ao posto de inspeção de Hakone, que no passado era passagem obrigatória para quem fazia o trajeto Edo-Kyoto, e terminamos com um passeio de barco no lago Ishi, muito bonito, e com vento muito frio também 🙂

Anúncios

Uma resposta para “The Lockup, Soka Chuugakkou, Hakone…

  1. Olha Eduardo, estou arquivando todas estas matérias sobre suas aventuras no Japão. Posso te garantir que é um material que pouca gente tem, além do fato que espelha uma realidade que evidentemente alguns povos não gostam de divulgar. Parabéns pela clareza dos relatos. Aproveite porque o tempo passa….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s